Um "clique" pela arte - Sobre nossos festivais...URGENTE!

Como já é do conhecimento de todos, nossa luta tem sido constante!

Fazer, trabalhar com arte não é fácil! Todos nós sabemos disso!

Lutar sozinho também não leva a lugar nenhum.

Foi com muita força, coragem, orgulho e no coletivo que realizamos 06 edições de festival em São João da Barra (3 de teatro e 3 de esquetes).

Porém, cada ano que passa, fica cada vez mais difícil a viabilização de recursos para a realização dos mesmos.

Infelizmente, este ano, como já puderam perceber, não tivemos sucesso com a capitalização de recursos e apoio para a realização do nosso tão simples, humilde, porém acolhedor e engrandecedor IV Festival de Teatro.

Venho através deste, solicitar que se manifestem positivamente, ou não.

As respostas, os depoimentos ou cartas, servirão de documento indicativo de reconhecimento e importância de nossas iniciativas para a população. Que possamos assim, mobilizar os órgãos públicos e entidades privadas chamando a atenção da necessidade da continuação e amadurecimento de um projeto que a cada ano vinha tomando proporções e mostrando bons resultados.

Sua participação, opinião, é de suma importância para traçarmos novas metas da nossa cultura.

Agradeço a atenção e carinho.

5 comentários:

Rodrigo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rodrigo disse...

É com grande tristeza que recebo essa notícia.
Sempre cito a cidade de São João da Barra como referência devido aos festivais e do apoio dado pelo governo.
No entanto vejo q tem ficado mais difícil a cada ano q passa.

Participei das duas últimas edições do festival de esquetes e já tenho a cidade de São João da Barra como destino certo estando ou não competindo no festival.
Faço questão de sempre falar o qto me agrada o clima do festival e o qto a equipe trabalha para q todos se sintam acolhidos e felizes nesse breve momento q passamos juntos.

Trabalhar com arte é realmente difícil, mas não vamos desistir.
Não permita que um trabalho tão importante e tão bonito acabe dessa forma.
Estamos aqui torcendo e a disposição para ajudar no q for preciso.

Um grande abraço a todos os envolvidos no festival!!!

Rodrigo Sena

Festival de Esquetes da Cia. Teatral Acontece disse...

Olá Silvano, bom dia!
Sou Almeida jr. diretor da Cia. Teatral Acontece de Fortaleza. Aqui também realizamos um festival de esquetes que terá sua oitava edição em julho de 2011.Nós também somos solidários a luta de vocês, visto que, conhecemos essa realidade de perto. Aqui iniciamos no ano passado um Encontro com Realizadores de Festivais de Esquetes, que atingiu o Nordeste e foi bastante interessante. Este ano queremos realizar o segundo encontro com realizadores de festivais de esquetes de todo Brasil, e desde já deixamos o nosso convite para um representante do Festival vir à Fortaleza em Julho para participar do encontro e conhecer nosso festival.Irei conversar com meu grupo e vê a possibilidade de enviar um trabalho nosso que apresentamos em novembro de 2010 aí na cidade do RJ no X Festival de Esquetes Elbe Holanda, e fico na torcida que n´so juntos possamos mudar essa realidade, pois acredito que estes tipos de festivais engrandecem o Teatro Brasileiro. nosso e-mail: cacacta@yahoo.com.br.Nosso blog do festival de 2010: http://www.fectacta.blogspot.com/

Karol Schittini disse...

Olá, sou Karol, integrante do Teatro Trupiniquim, e este ano foi a primeira vez que participamos do Festival. Fomos muito bem recebidos, por isso registro aqui minha grande decepção ao receber essa notícia, após ter visto o empenho e dedicação com os quais o Grupo Nós na Rua, ano após ano, realiza o festival e mantém viva a prática teatral e manifestações populares na cidade. Um povo consciente, capaz de trabalhar em prol da evolução, com redução da violência e aumento nos índices de saúde e educação, naturalmente é um povo que tem liberdade de expressão, manifestações culturais e acesso à arte. É fundamental o trabalho que o Grupo Nós na Rua vem desenvolvendo na cidade e é ignorância serem os seus artitas tratados com descaso e serem desvalorizados, ou submetidos a esse tipo de constrangimento. É responsabilidade do órgão público, e sua devida secretaria atender às necessidades dos movimentos culturais de sua cidade, ainda mais só tendo um festival anual dessa área em toda a cidade. O teatro não é uma casa, um lugar. As construções não valem mais que as manifestações. Seja o que for, é preciso repensar algumas questões em São João da Barra, tirar vendas de alguns olhos, reconhecer e valorizar os trabalhos contínuos.

Grupo Teatral Rever disse...

Olá Silvano!
Sou o Vitor Paulo do Grupo Teatral Rever de Rio Bonito.
É com muita tristeza que recebo essa notícia. Vi o quanto o Grupo Nós na Rua se mobiliza, se esforça e recebe de mãos abertas todo o movimento teatral que acontece em São João da Barra. Esse acontecimento é digno de toda atenção, trazendo vários artistas do Estado ou até mesmo do país para fazer dessa grande festa um marco cultural da história de São João da Barra. Peço, por gentileza, aos governantes e todos os apoiadores que não deixam que essa manifestação vire "qualquer coisa", que vire um instrumento burocrático que podemos deixar de lado, ou uma conversa que podemos resolver a qualquer momento... ou até mesmo uma manobra de criar eventos sem pretenção ,só pra dizer que tem alguma coisa acontecendo "ali". Cultura é coisa séria, que educa, transforma e idealiza um ser humano para o longo da sua vida. Teatro é a vida em movimento.